[História para o Dia da Mães] O Globo de Cristal

Uma lenda japonesa sobre o amor materno. Era uma vez, há muitos e muitos séculos, um poderoso senhor que se chamava Kamatari, o qual tinha uma filha, Koha, graciosa e suave. Quando Koha completou dezoito anos, foi celebrado seu casamento com o Imperador China-Koso. Nessa ocasião, ela fez uma oferenda aos deuses, como era uso … Continue lendo [História para o Dia da Mães] O Globo de Cristal

[Conto da Letônia] A Estrela de Natal

Para quem está procurando leituras de Natal, eis uma bela história natalina tradicional da Letônia. Se gostarem dela, sugiro que confiram também duas outras histórias de Natal da Europa, que compartilhei no ano passado — um conto natalino da Finlândia, e outro da Dinamarca. Bor e sua mulher Hania tinham em sua casa Piska, um … Continue lendo [Conto da Letônia] A Estrela de Natal

[Poesia inglesa traduzida] Um poema de A. E. Housman

Recentemente, traduzi este curto poema recitado por Meryl Streep numa cena do filme Entre Dois Amores. Seu autor foi o acadêmico e poeta inglês Alfred Edward Housman (1859 - 1936). Na tradução para o português não foi possível manter o número original de seis sílabas em cada verso. Porque as palavras portuguesas tendem a ser … Continue lendo [Poesia inglesa traduzida] Um poema de A. E. Housman

[Dicas de escrita] Um belo exemplo de repetição

Usamos repetições para enfatizar as ideias. Mas e se em vez de repertirmos a mesma palavra, repetirmos a mesma ideia — com palavras diferentes? O efeito pode ser impressionante. Nesta curta passagem vemos um autor encontrar nada menos que oito maneiras diferentes de dizer "o passado", e usá-las todas para evocar uma pungente nostalgia. O … Continue lendo [Dicas de escrita] Um belo exemplo de repetição