[Poesia inglesa traduzida] Um poema sobre a mulher

Nenhum irlandês gosta de ser chamado de inglês, mas um nacionalista como William Butler Yeats (1865 – 1939) provavelmente trucidaria quem o fizesse. Como tenho amor à minha vida, Mr. Yeats, deixo bem claro que sei que o senhor é irlandês. Mas digo “poesia inglesa” porque está escrita em inglês.

Aproveito para informar quem ainda não sabe — e eu até cinco minutos atrás era um deles — que o nome Yeats se pronuncia de forma a rimar com a palavra inglesa “gates”. Não rima com Keats, não.

Nesta tradução, procurei manter em cada verso o número de sílabas tônicas do original. O primeiro e penúltimo versos de cada estrofe devem ser lidos com quatro tônicas. Os outros, com três. Para comparação, o original está logo abaixo.

E chega de introdução. Vamos ao poema. Pondo-se no lugar de uma mulher, Yeats nos revela um aspecto da feminilidade.

Rosto de mulher. Jane Seymour. Em Algum Lugar do Passado.

Antes do mundo ser feito

Se eu torno os cílios escuros
Os olhos mais brilhantes
Os lábios mais vermelhos,
Ou pergunto se estou bem
A espelho após espelho,
Não é vaidade alguma:
Estou procurando a face que eu tinha
Antes do mundo ser feito.

E se eu lançar um olhar a um homem
Como a meu amado,
Meu sangue estando frio
E o coração intato?
Por que me achar cruel
Ou se sentir traído?
Desejo que ele ame a coisa que era
Antes do mundo ser feito.

*

Se gostou desta tradução do poema de Yeats, confira esta outra de um poema de John Masefield.

*

Before the world was made

If I make the lashes dark
And the eyes more bright
And the lips more scarlet,
Or ask if all be right
From mirror after mirror,
No vanity's displayed:
I'm looking for the face I had
Before the world was made.

What if I look upon a man
As though on my beloved,
And my blood be cold the while
And my heart unmoved?
Why should he think me cruel
Or that he is betrayed?
I'd have him love the thing that was
Before the world was made.

Imagem: detalhe do poster do filme Em Algum Lugar do Passado (1980)

One thought on “[Poesia inglesa traduzida] Um poema sobre a mulher

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s