[Fábula de Esopo] O Lenhador e Hermes

Nesta curiosa fábula da Grécia Antiga, o deus Hermes (Mercúrio para os romanos) recompensa a honestidade e castiga a desonestidade.

O curioso é que Hermes é o deus dos ladrões — então poderíamos pensar que ele não tem muita moral para castigar os desonestos… Existe uma explicação para essa contradição, e está ligada ao tipo de personagem que Hermes é, e o que ele representa na visão de mundo dos gregos antigos. Mas isso fica para outra vez.

Por hoje, vamos à história, que além de nos ensinar sobre a virtude, nos apresenta algumas palavras novas com as quais podemos aumentar nosso vocabulário.

O Lenhador e Hermes

Um lenhador, quando partia lenha à margem de um rio, perdeu de repente o machado. Não sabendo o que fazer, sentou-se numa pedra e começou a chorar.

Hermes, apiedado, arrojou-se ao rio e voltou com um machado de ouro, perguntando-lhe se era o que ele perdera. Respondeu o lenhador que não, e Hermes mergulhou outra vez, para voltar, logo em seguida, com um de prata. Mas o lenhador disse-lhe que também aquele não era o dele.

Finalmente, Hermes, após desparecer sob as águas pela terceira vez, devolveu-lhe o machado perdido, que o lenhador reconheceu imediatamente.

Hermes, admirado de tão grande honradez, deu-lhe os outros dois de presente.

Ao voltar para o meio dos companheiros, contou-lhes o lenhador o que lhe acontecera, e um deles resolveu imediatamente fazer a mesma coisa. Assim, encaminhou-se para a margem do rio e a ele atirou intencionalmente o machado. Depois, sentando-se, começou a chorar. Hermes não tardou em se lhe apresentar e, sabida a causa daquelas lágrimas, atirou-se ao rio para lhe trazer um machado de ouro e perguntar-lhe se era realmente o que fora perdido. O tratante, contentíssimo, logo exclamou:

— Sim, sim, é esse!

O deus, então, revoltado com tamanha desfaçatez, não somente guardou o machado de ouro, como também não lhe devolveu o perdido.

Os deuses, se favorecem os honrados, perseguem os biltres.

*

Gostou desta história? Então confira também a fábula de Esopo sobre o javali e a raposa.

*

Palavras novas:

apiedado = sentindo piedade, pena de alguém

arrojar = jogar, lançar

honradez = integridade, honestidade

tratante = desonesto

desfaçatez = “cara de pau”, sem-vergonhice

Um comentário em “[Fábula de Esopo] O Lenhador e Hermes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s